Projeto sua Curitiba

Conheça 10 propostas da sociedade civil para construir uma Curitiba melhor.

Este caderno de propostas para a cidade de Curitiba foi escrito com a colaboração de várias mãos, causas, razões e corações. Apesar de virem de setores diferentes e atuarem também de forma diversa, somos todos cidadãos, que preocupados com a defesa dos interesses da sociedade civil, decidimos nos manifestar.

Somos todos membros do que é comumente conhecido como terceiro setor e aqui neste grupo estão representadas organizações sociais e pessoas que atuam com assistência social; cidadania; cultura; desenvolvimento e capacitação de organizações sociais; desenvolvimento sustentável; direitos das pessoas com deficiência (PCD); educação; gestão de resíduos; mobilidade urbana; proteção à infância; saúde; transparência e controle social.

O que une todos estes é o pensamento que não basta apenas reclamar, apontar falhas de atuação do governo na garantia dos direitos da população. Acreditamos também que devemos intervir diretamente frente ao poder público para a defesa desses interesses públicos. Aqui retomamos um importante conceito: o “público” é de todos e por isso não pode servir aos interesses isolados de nenhum grupo.

Também entendemos, quando falamos em “interesses públicos”, que aqui estão compreendidos os interesses da sociedade civil como um todo e não apenas do Estado. Entendemos que o que é público não pertence ao chamado primeiro setor, ao Estado, pois a rigor, nada pertence a este. A função do Estado é defender os interesses das pessoas que a compõe. Os sistemas de governo existem para manter a ordem social, que por sua vez serve para a proteção das pessoas.

Pensando na defesa de interesses sociais esse grupo de pessoas e organizações sociais se uniu na redação deste caderno.

Para chegar a essa redação que apresentamos nos preparamos muito. Dentre outros temas, juntos estudamos sobre a estrutura, atribuições e processo decisório do Estado; Competências da União, Estado e Municípios; Estrutura e competência dos poderes; Fundamentos da educação cívica; Fundamentos do controle social; Conceito de Políticas públicas e ciclo de políticas públicas.

A ideia que fundamentou todos nossos estudos é que não basta a sociedade civil reclamar dentro do seu próprio setor. Precisaríamos nos comunicar diretamente com o poder público e como princípio de boa comunicação buscamos unificar nossas linguagens.

Os idiomas que o poder público e que a sociedade civil falam são bem diferentes. O poder público fala na linguagem do direito e se comunica através do ordenamento jurídico como um todo, fundamentado na Constituição Federal. A sociedade civil se comunica através de ações e de sentimentos.

Aqui, neste caderno, traduzimos as ações e sentimentos da sociedade civil em propostas diretas, assertivas e fundamentadas para alterações de políticas públicas da cidade de Curitiba. Estamos aqui compartilhando o que temos de melhor, que é nosso conhecimento de causa e expertise social e ainda estamos fazendo o favor de fazer isso na linguagem do tomador de decisão.

Pedimos então que os candidatos a cargos municipais leiam com atenção e respeito cada uma dessas propostas, pois elas sintetizam vários interesses da população que eles visam representar.

A cada tomador de decisão entregamos aqui nossa contribuição e estendemos nossas mãos, oferecendo nossos conhecimentos nas áreas de cada uma das propostas. Aos tomadores de decisão dizemos: “contem conosco, porque o queremos é poder contar também com vocês.".
Para receber gratuitamente este material, basta preencher os campos abaixo:
Digite o nome da organização ou empresa onde você trabalha atualmente.

Suas informações nunca serão repassadas a terceiros. A Ink compromete-se em não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.